Blog do Robson

WTW INTENT CABEADA

Image and video hosting by TinyPic

Compartilhamento:

quinta-feira, 13 de julho de 2017

'Constrangimento', diz deputado estadual do RN sobre usar tornozeleira eletrônica

Dison Lisboa cumpre pena em regime semiaberto. Ele é o primeiro deputado na história da AL a usar tornozeleira eletrônica no exercício da função. 
Por Sérgio Henrique Santos, Inter TV Cabugi
Usando tornozeleira eletrônica, deputado esteve presente em sessão da ALRN, nesta quarta-feira (12). (Foto: Reprodução / Inter TV Cabugi)
Após cumprimento de mandado de prisão, o deputado estadual Dison Lisboa, condenado a cinco anos e oito meses e que cumpre pena no regime semiaberto, está de volta às atividades na Assembleia Legislativa. Nesta quarta-feira (12), ele falou pela primeira vez sobre trabalhar na casa legislativa usando uma tornozeleira eletrônica. "Há um constrangimento, é natural, não vou negar. Mas estou tranquilo e confiando na Justiça", disse o parlamentar, em entrevista à Inter TV Cabugi.

A condenação do deputado Dison é por apropriação de bens ou rendas públicas, ou desviá-los em proveito próprio ou alheio, quando era prefeito de Goianinha. Ele chegou a ser preso no dia 1º de julho, ficando detido no quartel do Comando Geral da Polícia Militar para cumprimento da sentença, mas recebeu tornozeleira eletrônica e deixou a unidade no dia 4.

Essa é a primeira vez na história que um preso condenado no regime semiaberto e usando tornozeleira eletrônica exerce mandato na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. "Não posso dizer que é um momento fácil, mas estou muito tranquilo, com a consciência tranquila e acreditando na Justiça", comentou.

O parlamentar também se defendeu das acusações que lhe renderam a condenação. Ele alega que os recursos da feira de Goianinha eram registrados e contabilizados pela Prefeitura, sendo usados para pagamentos de coordenadores, fiscais, agentes de trânsitos e atendimento aos feirantes, bem como para manutenção dos serviços e também eram transformados em ajuda a pessoas carentes, para pagamentos de contas de água, luz, gás e aluguéis sociais.

"Tudo era acompanhado por assistentes sociais que comprovavam que aquelas pessoas precisavam receber os recursos", afirma.
Dison Lisboa foi preso no dia 1º de julho e recebeu tornozeleira no dia 4. (Foto: Reprodução / Inter TV Cabugi)
Líder do governo
Dison Lisboa falou ainda sobre a atividade que exerce de líder do governo na Assembleia Legislativa. De acordo com ele, o governador Robinson Faria sinalizou que prentende mantê-lo na função.

"Desde que fui convidado, eu já havia externado ao governador minha opinião de que é importante um rodízio, mas ele tem dito que confia no meu trabalho".

O parlamentar foi questionado sobre uma ação interposta pelo major da Polícia Militar André Luis Fernandes, que é suplente na vaga de deputado e pediu à Justiça o afastamento de Dison das funções políticas. "Não tem legitimidade, porque ele não é mais do partido, não faz mais parte da coligação. Estou aqui tranquilo, fazendo meu trabalho, fazendo aquilo que o povo me deu legitimidade para fazer", completou.

Fonte: G1 RN