Blog do Robson

WTW INTENT CABEADA

Image and video hosting by TinyPic

Compartilhamento:

terça-feira, 21 de março de 2017

Tomba cobra pagamento do piso salarial para os professores de Currais Novos


Crédito da Foto: Eduardo Maia

O deputado Tomba Farias (PSB) disse nesta terça-feira (21), no plenário da Assembleia Legislativa que foi surpreendido pela informação de uma parte da população de Currais Novos, na região Seridó, que o prefeito da cidade não está pagando o piso salarial nacional aos professores do município.

“Não quis acreditar porque, sendo o prefeito Odon Júnior, do Partido dos Trabalhadores, que sempre pregava a melhoria da Educação, agora quando chegou à Prefeitura não está pagando o salário que deveria ser pago. Conversei com algumas pessoas e constatei que a informação é verdadeira”, afirmou Tomba.

Segundo o parlamentar, é preciso que haja um entendimento para valer a cobrança. Ele disse ainda que há uma informação que corre entre os professores, que o prefeito vai pagar uma parte em maio e o restante do atrasado só em setembro.


Tomba Farias também registrou o fechamento do Núcleo de Saúde Produtiva, que funcionava há 18 anos na cidade seridoense. A unidade deixou de funcionar recentemente por determinação da Secretaria de Saúde do Município.

“Na campanha o prefeito dizia que a primeira coisa que ia construir em Currais Novos era uma unidade de hemodiálise. Vou esperar até setembro para saber se ele vai cumprir a promessa. Reforço que a questão primordial agora é o piso dos professores. Os recursos estão vindo e o prefeito precisa dar bom exemplo pagando os educadores”, acentuou o deputado.

Em aparte, o deputado Getúlio Rêgo disse que isso é comum no PT. “O partido fica cobrando, mas quando assume o executivo municipal não paga. Já ouviu falar em alguma movimentação do sindicato dos trabalhadores em Educação para cobrar o pagamento em Currais Novos?” indagou Getúlio.

Também em aparte, o deputado Fernando Mineiro (PT) disse que se o prefeito de Currais Novos não está cumprindo o piso, tem que corrigir. “Defendo que tanto Currais Novos como em Pau dos Ferros o pagamento seja feito como determina a Lei e não em forma de gratificação, como é feito em Pau dos Ferros” disse Mineiro. 
Fonte: Assembleia Legislativa do RN