Blog do Robson

WTW INTENT CABEADA

Image and video hosting by TinyPic

Compartilhamento:

domingo, 2 de abril de 2017

POR CIDOKA DE APRÍGIO: Enchente de 1981, que devastou Santa Cruz, completou 36 anos neste 1º de abril, conheça a história desta tragédia contada pelo tangaraense Alcides Fernandes Pereira, o Cidoka

NESTE 1º DE ABRIL DE 2017, ESTÁ FAZENDO 36 ANOS QUE O BRASIL CHOROU, QUANDO DAQUELA ENCHENTE DE SANTA CRUZ/RN.
Santa Cruz ficou devastada com a força das águas.

"As cenas da tragédia do dia 1º de abril de 1981, que contabilizou seis mortes e 1.044 casas destruídas em SantaCruz deixando cinco mil pessoas desabrigadas e o Rio Grande do Norte sem luz e água por cinco dias, ainda permanece na memória dos moradores do município de Campo Redondo, Santa Cruz e Tangará".

Quem se lembra daquele inesquecível ” DIA 1º DE ABRIL DE 1981 “. Quando naquela ocasião numa tarde de chuva torrencial na REGIÃO DO TRAIRÍ, O Açude Mãe D’água da cidade de CAMPO REDONDO, não suportando a força das águas estourou e consequentemente, a sua correnteza arrastou uma importante Ponte daquela Cidade. Com a parede daquele referido açude estourada, a enchente ganhou um destino desgovernado porém, com o seu rumo certo à Cidade de SANTA CRUZ DO INHARÉ. Para pegar a população de surpresa e causar uma grande Tragédia.
Telefonista Maria de Fátima da Silva, que fez contatos com o prefeito de Santa Cruz para esvaziar a cidade antes do rompimento da barragem
No entanto, só não aconteceu uma Tragédia com algumas dezenas de Milhares de Vidas humanas, porque DEUS operou no raciocínio de uma grande HEROÍNA, que teve a ideia de telefonar para o então Prefeito da cidade de SANTA CRUZ, HILDEBRANDO TEIXEIRA, para que o mesmo através de carros de som fosse até aquele bairro avisar aos seus moradores, que desocupassem as suas casas urgentemente, porque uma grande e catastrófica enchente estava vindo de Campo redondo e iria afetar em cheio milhares de imóveis daquela comunidade.

Mais uma vez, DEUS operou sobre aquelas pessoas, para saírem todas de suas casas, e graças este nosso Deus e aquela HEROÍNA DE CAMPO REDONDO, que fez aquele milagroso telefonema, foram salvas milhares de vidas humanas. O nome dela é MARIA DE FÁTIMA SILVA, só podia ser ela, que já nasceu com o abençoado nome de FÁTIMA, para que, num gesto solidário se transformasse em HEROÍNA, naquele que tradicionalmente, é conhecido como ” O DIA DA MENTIRA “.
A correnteza arrastou veículos em Santa Cruz.

Prédios ficaram destruídos com a força das águas.
Com o acontecimento daquela Tragédia no dia 1º de Abril de 1981, ficaram desabrigadas sem teto, móveis, sem nada, aproximadamente CINCO MIL PESSOAS, deixando também todo o estado do Rio Grande do Norte, sem água e luz, por um período de cinco dias. Aquela catástrofe foi manchete nacional em todos os telejornais do Brasil. 
Um bairro inteiro foi devastado pela força da correnteza.
Naquela ocasião o governador era Lavaisier Maia, que decretou luto oficial no estado por cinco dias. O Presidente da República era o General Figueiredo, que mandou no dia seguinte o então Ministro do Interior Mario Andreaza até Santa Cruz, para ver in loco tamanha tragédia, para a partir de então, tomar as devidas e cabíveis providências para a reconstrução da cidade de Santa Cruz.

Gente de diversas cidades do Brasil, mandaram ajudas em donativos, em Tangará passava as filas de caminhões e carretas com doações, com suas respectivas faixas afixadas nas cargas. Mas, teve um doador que chamou a atenção da região, só poderia ser ele, o REI ROBERTO CARLOS, Que sensibilizado com o acontecido, enviou até Santa Cruz uma carreta cheia de colchões. Portanto, neste de 1º de Abril de 2017, está fazendo 36 anos, que a HEROÍNA, MARIA DE FÁTIMA SILVA, salvou milhares de vidas com um simples telefonema.

Manaus, 01 de Abril de 2016

Cidoka de Aprígio
Um Formador de Opinião