Blog do Robson

WTW INTENT CABEADA

Image and video hosting by TinyPic

Compartilhamento:

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Trairi: Governo libera R$ 441 mil para geração de emprego em Campo Redondo

O Governo do Estado repassou por meio de convênio o montante de R$ 441 mil, sendo R$ 163 mil para a Associação de Moradores de Olho D´água José Ferreira de Lima e R$ 278 mil para Associação dos Artesãos de Campo Redondo, ambas localizadas no município de Campo Redondo, no Trairí. Essas associações foram contempladas no Edital de Economia Solidária lançado pelo Governo do RN, por meio do Governo Cidadão e conta com recursos financeiros do Acordo de Empréstimo com o Banco Mundial.

Os recursos já liberados serão utilizados para a Associação de Moradores de Olho D´água José Ferreira de Lima reformar e adequar a unidade de beneficiamento de frutas já existente que será readequada às normas da legislação sanitária e ao sistema de energia a partir de um projeto técnico, estrutural e arquitetônico. Além de adquirir máquinas e equipamentos necessários às linhas de produção de doces, compotas, geleias. Também será cultivado hortaliças e legumes, para beneficiamento. O investimento beneficia 43 famílias da comunidade que desenvolvem agricultura de subsistência e fruticultura de sequeiro, destacando-se a manga, a acerola, a pinha, a siriguela, o cajá, a goiaba, o caju, o umbu, o maracujá e o limão; além de hortaliças, com destaque para cenoura, beterraba, cebolinha, coentro e pimentão; como também a mandioca e batata doce. A bovinocultura leiteira e a avicultura contribuem diretamente para a produção dos doces. 

A Associação dos Artesãos de Campo Redondo vai implantar uma confecção de modelos de vestuário e artigos de cama, mesa e banho, para fornecer aos consumidores modelos de qualidade, exclusivos e artesanais. O local terá ambientes de produção, corte e criação, bem como de apoio à administração e ao empreendimento. A associação já dispõe de espaço na feira municipal, que será utilizado para comercializar os produtos. 

Apesar dos recursos estarem disponíveis nas contas das associações, o montante permanece bloqueado até que seja feita a fase de assinatura de contrato para a conclusão efetiva de requisitos postulados.

Fonte: ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DO GOVERNO CIDADÃO