Blog do Robson

WTW INTENT CABEADA

Image and video hosting by TinyPic

Compartilhamento:

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Novo transporte terrestre pretende alcançar velocidade de 1200 km/h

O percurso ocorrerá dentro de um tubo a vácuo e espera-se que uma viagem entre Fortaleza e Rio de Janeiro levará cerca de duas horas, por exemplo
Campo de teste do Hyperloop One com a imagem dos tubos a vácuo em destaque (Foto: Divulgação)

Imagine a possibilidade de viajar a 1200 km/h (considerando que a velocidade média de um avião comercial fica entre 850 km/h e 900 km/h), dentro de um tubo a vácuo e que uma viagem entre Fortaleza e Rio de Janeiro levaria cerca de duas horas. Isso está sendo testado e a caminho de se tornar realidade com o Hyperloop One.

O Hyperloop One é uma nova proposta de meio de transporte que será como um trem maglev - que utiliza a tecnologia que o permite flutuar sobre trilhos e ser impulsionado eletromagneticamente - que viajará em grandes tubos a vácuo. Por conta da falta de atrito com o solo e com o ar, o mecanismo deve conseguir alcançar altas velocidades e gastar muito menos energia do que o que seria esperado de um veículo tão veloz, de acordo com a site do Hiperloop One.
O evento que deu esperança para que isso se torne realidade foi um teste bem-sucedido realizado pela a equipe de desenvolvimento do Hyperloop One. O teste ocorreu em maio, mas só foi publicado no canal oficial nesta última quarta-feira, 12. No teste, eles conseguiram fazer o veículo alcançar pouco mais de 110 km/h em um tubo a vácuo de 500 metros, que estava sendo construído pela companhia desde outubro, de acordo com informações do The Verge e Wired.

Ou seja, foi uma simulação do que devem ser os elementos básicos de uma viagem futura com a nova forma de transporte. No entanto, sem a cabine que transportará carga e passageiros - mas que foi apresentado o protótipo, veja abaixo - e sem alcançar 1200 km/h prometidos. Só que a equipe já comunicou que o próximo objetivo é alcançar a velocidade de 400 km/h.
Protótipo do vagão que levará carga ou passageiros do Hyperloop One (Foto: Divulgação)
Ainda existe outras questões que precisam de melhorias, como aperfeiçoar o processo de saída e entrada dos "vagões" nos tubos sem prejudicar o vácuo. Segundo a empresa, eles já estão desenvolvendo rotas em cinco países que receberão os trajetos com os tubos a vácuo. Além disso, se os processos continuarem dando bons resultados, o objetivo é começar o transporte de carga com o Hyperloop One em 2020 e com passageiros em 2021.

Fonte: http://www.opovo.com.br