Blog do Robson

WTW INTENT CABEADA

Image and video hosting by TinyPic

Compartilhamento:

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Agosto Lilás conscientiza a população sobre os tipos de violência doméstica

Governo do Estado, através da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres lançou nesta terça-feira (25) “Agosto Lilás” durante evento para imprensa e convidados. Criado pela Lei Ordinária nº10.066, de maio de 2016, que instituiu no calendário oficial do Rio Grande do Norte este como sendo o mês de proteção a mulher. Durante 30 dias serão desenvolvidas ações diversas para conscientizar a população sobre os tipos de violência doméstica, os direitos das mulheres e, sobretudo, divulgar que “violência contra a mulher não tem desculpa, tem conseqüências”. Entidades, órgãos e instituições públicas e privadas promoverão eventos com a temática.

A programação tem início dia 1. de Agosto com a iluminação em Lilás de prédios, pontes e viaduto. Seguem-se palestras em fábricas e shopping, os debates, as audiências e sessões nas casas legislativas, a participação de escolas públicas e privadas (Neves, Marissa e CEI), as blitz junto com o DETRAN e a distribuição de material educativo em vários pontos da cidade. Ação junto com CBTU, MPF, Defensoria Pública e Tribunal de Justiça, também estão previstas, assim como um dia de atendimento exclusivo para mulheres na Central do Cidadão para emissão de documentos.

"As ações serão desenvolvidas para que as mulheres se reconhecem juntas como sujeitos de direitos, serve para a criação de uma nova cultura, de uma nova realidade que estabeleça a igualdade de tratamento e de poder entre homens e mulheres, igualdade essa que requer também a adoção de políticas públicas eficazes à transformação social", explicou Flavia Lisboa, titular da SPM.

Participaram do lançamento do Agosto Lilás o comandante geral da PM, André Azevedo; o Comandate do Corpo de Bombeiros, Sócrates Mendonça Júnior; a secretaria de Segurança Pública, Scheila Freitas; a deputada Cristiane DANTAS, as vereadoras Júlia Arruda e Carla Dickson, o juiz Deyvis Marques, da Coordenadoria da Mulher em situação de violência doméstica e familiar, dentre outras autoridades. O evento contou com a apresentação do monólogo "Sangue", executado pela sub-tenente da PM, Célia Melo. Vale ressaltar que só três estados do Brasil promovem o Agosto como o mês de proteção da Mulher, além do RN, só Pernambuco e Mato Grosso do Sul.
Fonte: ASSECOM/RN