Blog do Robson

WTW INTENT CABEADA

Image and video hosting by TinyPic

Compartilhamento:

domingo, 6 de agosto de 2017

CENTRO RURAL INICIA REUNIÕES PARA IMPLANTAÇÃO DO PROJETO CISTERNAS NAS ESCOLAS NO MUNICÍPIO DE TANGARÁ

O Centro Municipal de Ensino Rural Professora Maria das Graças Almeida de Melo tem como: Diretora a Senhora Rosadark Custódio Freire Barbosa de Lima, Vice-diretora a Senhora Teresinha Vicente Moura, coordenador, o Senhor Francisco Custódio de Lima.
Nos dias 02 e 03 de agosto do ano em curso foram realizadas reuniões nas unidades de Ensino do Centro Municipal de Ensino Rural Professora Maria das Graças Almeida de Melo para tratar da implantação do Projeto Cisternas nas Escolas, as quais irão proporcionar o acesso a água de qualidade para o consumo das comunidades escolares. Na ocasião contamos com a presença da Secretária Municipal de Educação, a Senhora Margarete Paiva de Melo, do Senhor José Florêncio Filho, Chefe do Departamento de Casas Populares do nosso município, dos coordenadores do SEAPAC (Serviço de Apoio aos Projetos Alternativos Comunitários), o Senhor Francisco Canindé Cosme e o Senhor Paulo Ambrósio Almeida Júnior e da comunidade escolar das unidades de ensino.

Este projeto é resultado do convênio com a prefeitura Municipal de Tangará, através assinatura do chefe do poder executivo o senhor Jorge Eduardo de Carvalho Bezerra, que assinou o referido convênio com o SEAPAC, no dia 20 de julho de 2017, para a construção de cisternas em nossa cidade, o gestor municipal compreende que projetos dessa natureza devem ser priorizados, uma vez que irá melhorar a qualidade de vida dos munícipes. Essas cisternas terão capacidade para 52 mil litros de água, e abastecerá as escolas das zonas rural e urbana de nossa cidade.

Confira a relação das escolas contempladas pelo programa "Cisternas nas Escolas"

1- ESCOLA MUNICIPAL SETE DE SETEMBRO, NA COMUNIDADE DO CATOLÉ;
2- ESCOLA MUNICIPAL JOANA FERNANDES DE LIMA, BAIRRO DA LAGOA DO FEIJÃO;
3- ESCOLA MUNICIPAL AÇUDE PÚBLICO DO TRAIRI, NO SÍTIO TRAIRI;
4- ESCOLA MUNICIPAL TEODORICO BEZERRA, NO ASSENTAMENTO RONDA
5- ESCOLA MUNICIPAL JOÃO BOSCO LOCALIZADA NA FAZENDA IRAPURU.

O PROJETO

. Proporcionar acesso à água de qualidade para consumo das comunidades escolares, nos nove estados da região semiárida, através da implementação da tecnologia social Cisternas Escolares de 52.000L.

· Zelar pelo processo mobilização social e formação política por meio de um processo participativo, onde sejam envolvidas comunidade escolar, comunidades locais, Comissões Municipais, e Poder Público, nas devidas etapas do projeto, defina-se papéis e estabeleça responsabilidades entre estes entes sociais.

·O Programa Cisternas nas Escolas compreende uma série de atividades com uma perspectiva de Educação Contextualizada.

AS COMUNIDADES BENEFICIADAS

· Serão 5 mil cisternas nas escolas públicas do meio rural em todo Semiárido.

· Importante será o papel desenvolvido pelas comunidades locais que irão acompanhar a construção das cisternas, colaborar com a conservação e segurança das tecnologias e controle da qualidade da água que abastecerá às cisternas.

QUALIDADE E CUIDADOS
· A Cisterna deve ser construída, pelo menos, a 15 m de distância de árvores. 
· Não pode ser construída próxima a esgoto e fossas.
· Deve estar localizada sempre num nível superior à fossa.
· A cisterna não deve ser construída em áreas de afloramento de rochas e em cima de formigueiros ou cupinzeiros;
ATIVIDADES
· A Execução do projeto Cisternas nas Escolas, bem como os demais projetos da ASA, será orientado pelos componentes: Mobilização, Capacitação, Construção, Controle Social e Comunicação.
· Capacitação de Comissão Municipal
· Encontro territorial
· Seleção e Cadastramento 
· Encontros de Comunidade Local 
· Gestação de recursos hídricos na Escola (GRHE)
· Oficina de educação contextualizada 
· Capacitação de pedreiros (as)
· Construção 
· Caráter Estrutural 
· Comunicação
· Oficina de rádio

Confira as fotos das escolas do nosso municipio aonde foram feitas as reuniões com a comunidade escolar

Comunidade do Catolé









 Comunidade do Trairi







Comunidade do Bairro Lagoa do Feijão


 Comunidade escolar da João Bosco